Federal Fantasy | Toga por Carolina Barbosa

Já não me aguentava de vontade de liberar este post sobre minha fantasia para a Federal Fantasy, aquela festa a fantasia que eu fui em Alfenas em Agosto =). Divertido e super prazeroso foi ter a estilista Carolina Barbosaaká @carolinabarbosabrand, participando deste momento, abraçou a idéia e participou de cada detalhe, captação de imagens, idéias e sugestões para a peça, modelagem, duas provas de roupa e então a conclusão que resultou onde vocês puderam conferir no meu insta!

Sem ”torneios romanos” risos, vamos as fotos e abaixo um breve resumo sobre o que significa esta roupa tão antiga! Obrigado Brunão, pelos convites cedidos ao Blog, nos divertimos pra CARAMBA! Próximo passo, FEDERAL FANTASY 2016

11951209_10153626669416520_1063450123965051850_n

11898794_10153625353706520_7376980056895237277_n

Referências que encontramos para criar base para fazer a fantasia. A adaptação do tênis foi por parte de outra Carol, a Valladão, minha amiga do StyleBR. Como trabalhamos com moda, o legal seria adaptar parte do look para algo atual, aí surgiu a escolha e apoio da OnitsukaBR, que envio este tênis lindão! Confira já!

uw-29139-men_s-greek-warrior-roman-god-fancy-dress-costume-700

A toga era uma peça de vestuário característica da Roma Antiga.

Trata-se de uma peça de roupa de origem etrusca. De início, a toga apresentava uma forma retangular e curta. Mais tarde, passou a ser semicircular, tendo seu tamanho aumentado consideravelmente: a toga chegou a atingir aproximadamente 6 metros no lado reto e 2 metros de largura. Por isso, era difícil de usar, pelo que os romanos mais ricos possuíam mesmo um escravo encarregado de ajudar nesta tarefa (o uestiplicus).

A toga era a marca distintiva do cidadão romano, sendo proibido o seu uso aos estrangeiros e escravos. As mulheres romanas também utilizaram a toga, mas gradualmente adotaram a estola (uma espécie de vestido); a partir da época da República a toga passou a ser usada apenas pelas mulheres condenadas por adultério.

Existiam vários tipos de toga, associadas a diferentes funções e estatutos.

Toga viril (Toga pura/virillis) – era um toga lisa, feita de lã branca, usadas pelos homens romanos assim que atingissem a idade adulta.
Toga pretexta (Toga praetexta) – era uma toga branca que apresentava uma banda larga de cor púrpura. Era usada pelos rapazes que ainda não tinham tomado a toga viril e pelas jovens que ainda não tinham casado, bem como pelos principais magistrados e sacerdotes.
Toga cândida (Toga candida) – toga de um branco imaculado, era envergada pelos candidatos a cargos públicos (os candidati, de onde deriva a palavra candidato). A brancura desta toga era muitas vezes realçada recorrendo-se a cré.
Toga picta (Toga picta/purpurea) – usada pelos triunfadores e mais tarde pelo imperador.
Toga sórdida (Toga sordida/pulla) – era a toga dos pobres e do réu quando se apresentava no tribunal (servindo neste caso a toga para inspirar um sentimento de piedade).
Toga trábea (Toga trabea) – era uma toga toda púrpura ou então ornamentada com riscas horizontais de cor púrpura. Era usada pelos áugures e sacerdotes durante os atos rituais. Os deuses eram também representados usando esta toga.

fee733a537f66a1bbd7d386c1795984e Ficou SENSACIONAL! Obrigado Carolina Barbosa, pela parceria incrível, e ONITSUKA pelo TENIS lindão que vocês me enviaram. Lindo, lindo e lindo. TUDO, assim como a festa que foi espetacular! E aquele SALVE para as maravilhas que me acompanharam na festa, Amanda e Monik.

11953083_10153629118381520_1715194575883233426_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s